sexta-feira, 3 de dezembro de 2021

As estradas e caminhos também são património!

“(…) chamar a atenção para o património viário que tem sucumbido de forma célere perante necessidades nem sempre prementes e algo subjetivas quando fundamentadas nas vagas ideias de desenvolvimento e progresso. O maior atentado que tem acometido esta tipologia de construção é a substituição dos primitivos empedrados por pavimentação paralelepipédica de granito azul. Ou quando não a simples supressão do revestimento pétreo por cimento ou asfalto. Este tipo de ações tem levado à destruição compulsiva de saberes e práticas e de registos muito expressivos da cultura portuguesa(...)" LEITURA QUE RECOMENDAMOS: Todos os caminhos vão dar a Roma? Estudo-síntese sobre estudos hodográficos e problemáticas afins em Portugal. de Nuno Resende https://www.academia.edu/6048196/Todos_os_caminhos_v%C3%A3o_dar_a_Roma?email_work_card=abstract-read-more
Martinho Rocha

quinta-feira, 2 de dezembro de 2021

Vem aí o Natal….

Sem abrigo-pode ser um nosso amigo! Tu que vives sem abrigo Perdido na grande cidade, É meu dever estar contigo Nem que seja por piedade, Quando demandas umvão de escada Urdindo a noite, até de madrugada, Deitado num grosso lençol decartão, Doente e só, sobre um “colchão” Sujo, em pedra ou de negro chão! Ao sol,à chuva, ao pó, ao vento, Em noites geladas, com fome, ao relento. Passa o polícia, o guarda-noturno, Tudo é sinistro, pesado, tudo é soturno! Nem um olhar, nem um lamento! Milhares passam por ti, sem curiosidade, Alheios ao teu bilhete de identidade! Enquanto isso, outros sentem imensos calores Debaixo de um grande tecto, sobreaquecido, Dormindo sob pilhas de mantas ou térmicos cobertores, Fartos do quente jantar suculento e nutrido! E como esses há tantos!... Um ror, muitos mais, Que simplesmente ignoram tua existência: Instituições humanitárias, Câmaras Municipais E Juntas de Freguesia, por excelência, Que deveriam procurar, em primeiríssima mão, Antes de pensarem em faustos jogos florais, Festas mundanas, futebois e outras que tais, Recolher-vos num albergue, por acto corrente de gestão. Sem abrigo alimentam sua parca condição Recolhem-se em vãos de portas e no chão Camuflando-se das intempéries e da demência, Não pedindo protecção ou clemência. Porquê não sanar de vez e de forma radical Esta chaga citadina, do nosso quotidiano? Uma nódoa negra na sociedade universal, Um espinho cravado no coração humano! Sem abrigo, aqui vai um Abraço de teu amigo Anónimo Mário Gonçalves Pereira
foto recolhida na internet

quarta-feira, 24 de novembro de 2021

Calendário de parede para 2022!

Nova portunidade para mais agentes do comércio e serviços se aliarem ao setor da cultura e fazerem uso dos seus serviços. Desde 1997 que a ADEP tem vindo a lançar um calendário de parede (em alguns anos com mais que uma mensagem) para divulgar e valorizar, aspetos e valores de Paiva e/ou denunciar maus tratos e recomendar cuidados. Todos seremos mais fortes, se todos formos ADEPtos das nossas causas!

quarta-feira, 10 de novembro de 2021

Faleceu Manuel Valério!

(foto copiada da publicação da AGA) Com surpresa recebemos a triste noticia da passagem de Manuel Valério. Figura proeminente da Cultura Arouquense a que se dedicou apaixonadamente estudando e divulgando a história natural da região. Amigo, que tivemos o privilégio de ter também como benemérito e conselheiro. Nos anos 90 com Fernando Lanhas, despertaram-nos para o valor geológico do nosso território, guiaram-nos à Freita, trouxeram para a ribalta os fósseis gigantes que colocaram Arouca no mapa.Foi um dos fundadores do Geoparque e do seu Museu das Trilobites em Canelas. Manuel Valério desenvolveu também em Castelo de Paiva os únicos estudos conhecidos sobre os antigos e seculares vestígios da mineração e também como empresário colaborou com iniciativas e trabalhos da ADEP. Manifestamos a nossa gratidão. A Cultura enaltece-se com os serviços prestados por Manuel Valério! À família e amigos as mais sinceras e sentidas condolências. Martinho Rocha

domingo, 7 de novembro de 2021

quarta-feira, 3 de novembro de 2021

6 de novembro de 1836

Evento que recomendamos!

sábado, 30 de outubro de 2021

Valores e marcas de Paiva!

Calendário de parede de 1999. Ainda se manifestavam alguns dos vícios do expansionismo público dos inícios dos anos noventa e foi necessário sensibilizar a população, políticos, autarcas, técnicos da administração pública para a grandeza dos nossos Valores; que a nossa terra teria uma palavra a dizer nas disputas e negócios instalados por causa da água e da energia e de que os rios deveriam seguir livres e sem barragens (que queriam fazer no Paiva, lembram-se ?), ainda reforçamos a tese em chamar para a discussão a nossa grande marca: o Vinho e então, em 1999, eis a Adega da Quinta da Boavista no cenário, já a precisar de qualificação ! Na oportunidade, um agradecimento a todo o pequeno comércio, serviços e indústria que tem sustentando esta iniciativa desde os anos 90.