sábado, 30 de setembro de 2017

de novo Teatro na Feira século XIX




Na sequência da prestação, já no ano passado, pelo Grupo de Teatro de Bairros, também este ano o Teatro volta à Feira ao Parque das Tílias.

“As alcoviteiras”, é uma animação de rua ao ritmo do popular teatro de cordel, onde duas comadres se encontram para coscuvilhar. Um momento de boa disposição, que promete arrancar fortes gargalhadas. Uma peça em que o público não deixará de se envolver.
Um espectáculo a cargo da Irreverent Platform.

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Amanhã, sábado, para quem não tiver vindimas!



No âmbito do plano de ação do CLDS3G-VIDA, coordenado pela ADRIMAG, dia 23 de Setembro de 2017 irá proceder-se à reativação de um dos Fornos Comunitários do Concelho, recriando-se tradições e práticas ancestrais envolvendo toda a comunidade. A organização conta com a sua presença, quer para a realização do trilho do pão/reativação do forno comunitário, quer para a degustação de produtos locais.
Inscrição gratuita.

Evento que sugerimos




Caminhada a cores!

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Feira século XIX: o cartaz 2017

                                                   
                                                               uma cortesia da Gráfica Paivense

A próxima edição da Feira à Século XIX vai ter lugar no Parque das Tílias, à Frutuária, no domingo 08 de Outubro, das 9 às 18 horas, como vem acontecendo há vinte anos, desejando a organização que o bom tempo permita um encontro muito concorrido das nossas gentes com a nossa história 
Além do mercado de produtos agrícolas da animação tradicional, da gastronomia regional, do artesanato e dos espaços temáticos da ADEP, do teatro de rua, haverá ainda um desafio à participação generosa e experimental dos jovens da região: artesãos, artistas, improvisadores de cantadores, jogadores, vendedores e pregoeiros, que estejam imbuídos do espírito do evento e queiram iniciar-se nessas artes. A todos será passado um certificado de participação e observado o desempenho.
A Organização quer desde já agradecer a colaboração e patrocínios recebidos.

Estão abertas as inscrições. Os interessados devem solicitar ficha de inscrição para adeppaiva@gmail.com

sábado, 16 de setembro de 2017

Filantropia e tipografia!...




Amanhã "domingo, dia 17 de setembro" pelas 15 horas na Fábrica de papel de Folgoso - Raiva  -C. de Paiva
será apresentado o livro de Poesia "Filantropia" de Miguel Gomes.
Terá a colaboração da ADEP e será Impresso um pequeno cartão alusivo ao evento, numa máquina tipográfica

do espólio da Gráfica Paivense,  com mais de 100 anos, pelo impressor João Vieira.

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Feira do século: convite aos jovens artistas!



A próxima Feira do Século XIX vai ter lugar no Parque das Tílias, à Frutuária, no domingo 08 de Outubro, das 9 às 18 horas, como vem acontecendo há vinte anos, desejando a organização que o bom tempo permita um encontro muito concorrido das nossas gentes com a nossa história 
Além do mercado de produtos agrícolas da animação tradicional, da gastronomia regional, do artesanato e dos espaços temáticos da ADEP, haverá ainda "palco" para a participação generosa e experimental de todos os jovens da região: artesãos, artistas, improvisadores de cantadores, jogadores, vendedores e pregoeiros, que estejam imbuídos do espírito do evento e queiram iniciar-se nessas artes. A todos será passado um certificado de participação e observado o desempenho.
A Organização quer desde já agradecer a colaboração e patrocínios recebidos.

Estão abertas as inscrições. Os interessados devem solicitar ficha de inscrição para adeppaiva@gmail.com

domingo, 10 de setembro de 2017

Participações na feira à moda do século XIX



                                REGULAMENTO DA FEIRA


1. Denominação: 20.ª Feira à Séc. XIX.

2. Data de realização: Domingo, 08 de Outubro de 2017

3. Responsabilidade, Organização e marcação de espaços: ADEP.

4. A inscrição a fazer na ficha própria deverá ser entregue até ao dia 4 de Outubro.

5. Hora de chegada e permanência de veículos no local de venda: das 7h30 às 9,30horas.

6. Horário de abertura ao público, com revista prévia: das 10,00h às 18,00h.

7. Quem pretender montar a barraca, poderá fazê-lo na véspera (durante a tarde), dando essa indicação na ficha de inscrição. As coberturas (a montar pelos participantes) devem ser de pano, serapilheira, oleados (cobertos com colmo ou ramalhos) e nunca plastificados. Não podem ser usados fios nem cordas de naylon ou sintéticos. No interior dos espaços e à vista, não pode estar nenhum produto plastificado (vasilhas, sacos, baldes, bidões ...) nem panelas de alumínio ou outros utilitários modernos. Nesse espaço durante o dia não é permitida a presença de pessoas não trajadas nem veículos. No final, não é permitido deixar no recinto da feira qualquer barraca, construção ou lixos.

8. TRAJE – Os participantes nas exposições e vendas na Feira devem apresentar-se cuidadosamente trajados como nas Feira no séc. XIX e o traje deverá ser adequado à função que desempenham. As senhoras deverão usar lenço na cabeça ou o cabelo apanhado; não são permitidas unhas pintadas nem as faces. Não são permitidos relógios de pulso, pulseiras de plástico, telemóveis nem pc,s. Não é permitida a permanência de pessoas não trajadas, ainda que acompanhantes dos vendedores, junto ou atrás das bancas.

9. EMBALAGENS, PRODUTOS E SERVIÇOS EXPOSTOS – Exemplo: artesanato da região, gastronomia (pratos típicos, petiscos, fumeiro, enchidos, etc. ), água doce, limonada, chá (vendedores ambulantes), tanoaria, ferreiro e ferrador, tipografia, barbearia, carpintaria, engraxador, tamanqueiro e sapateiro, pelaria, alfaiataria, latoaria, produtos hortícolas e frutícolas, animais provenientes de agricultor ou outros de interesse ao tema. A organização reserva o direito de definir quais os produtos que não estejam adequados às feiras do séc. XIX.  As embalagens dos produtos a vender devem ser como antigamente: de papel, pano de algodão ou linho, serapilheira e nunca de plástico ou poliester. Não é permitida a venda de plantas em vasos plásticos. A organização habitualmente promove a venda de sacos de papel e de pano a preços simbólicos e reserva o direito de confiscar todos os produtos de plástico.

10. A todos se pede a necessária colaboração. O desrespeito pelas normas poderá ser punido com o encerramento do respetivo espaço de venda.


11. DIREITOS IMAGEM - Os conteúdos e imagem produzidos tem direitos reservados; apenas será permitida recolha a profissionais se acreditados junto da organização.

Rota pedestre e visitas guiadas pela ADEP, Castelo de Paiva


Já está sinalizada a Rota pedreste das origens de Santo António, em Sobrado. Agora os nossos monumentos mais emblemáticos como a Capela e Casa Torre de Vegide, Paço de Gondim e portal da Serrada, além ainda do Convento e Marmoiral e Pias dos Mouros,
estes também segundo a lenda, são mais facilmente visitáveis. Além de conteúdos alusivos a contratos entre os senhores da Terra, no século XI e genealogia da família de Santo António, o suporte que divulga este itinerário dá informação dos contactos  para eventual acerto de visita guiada, para que se disponibiliza desde já a ADEP.
Foi lançado e distribuído o correspondente desdobrável que fica a  dever-se ao patrocínio das entidades de alojamento/hotelaria, sediadas no concelho: Arrábia, na Raiva; Casa Olival da Vinha, na Rua Emídio Navarro; Casa de S.Pedro, em Gração; Casa dos Strecht's, na Rua 5 de Outubro; Casa do Vilas em Nojões e Flower, Residencial na Rua Sá Carneiro, a quem se agradece a colaboração.































escreveu Martinho Rocha