terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

1996 - Publicação do Espólio de Valbeirô, Sardoura

E em 1996 foi a vez de editar uma Separata de Conimbriga, intitulada "A Necrópole Romana de Valbeirô - (Sardoura, Castelo de Paiva)", tratando do espólio escavado, sepultura por sepultura, pelo autor Lino Augusto T. Dias, num contexto das necrópoles inventariadas no Territorium de Tongobriga (Marco de Canaveses).  A obra está à venda na ADEP e Recanto dos Sabores.

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

SANTO ANTÓNIO DE LISBOA ENCONTRO NAS ORIGENS CASTELO DE PAIVA


Assinatura do contrato de Edição da Obra
SANTO ANTÓNIO DE LISBOA ENCONTRO NAS ORIGENS CASTELO DE PAIVA

A todos os sócios e amigos da ADEP

No ano em que comemoramos os 500 anos da atribuição do Foral à Terra de Paiva a ADEP lança-se numa publicação que exalta os nossos valores materiais e imateriais, associados à memória de Santo António e integra a história e o território de Paiva na temática e na vida do taumaturgo, um Santo que pode dizer-se é de Paiva, de Lisboa, de Pádua, de todo o Mundo.
Segundo o autor, Mário Gonçalves Pereira a obra tocará profundamente no coração dos paivenses, já que descreve a árvore genealógica dos “Bulhões”, desde os pais de Santo António aos Condes de Castelo de Paiva. O contrato de edição foi já assinado, pelo que a obra deverá estar à disposição do público dentro de três meses.
Se as primeiras edições atingirem a cifra dos 3000 exemplares haverá outras edições em língua castelhana para (Espanha), língua inglesa para Inglaterra, Irlanda, Estados Unidos da América e Canadá e, talvez também, em língua italiana. Tudo dependerá da procura no país e da vontade dos paivenses em possuírem esta obra que aborda temas históricos muito interessantes sobre esta terra de Paiva que aqui viu nascer os pais de Santo António.
Uma obra a não perder. Cada um dos interessados deve acautelar-se e procurar inscrever-se nesta primeira edição de 500 exemplares, que cremos, esgotará rapidamente, logo após o seu lançamento ou, quem sabe, no próprio dia do lançamento.
Tentar-se-á que haja dois lançamentos: um no Café Magestic, à Rua de Santa Catarina, no Porto e outro em Castelo de Paiva, para aquelas pessoas que não possam assistir ao lançamento na cidade do Porto. Para esta edição a ADEP conta já com a inscrição de reserva de 70 exemplares, até esta data : 20-02-2013.
Informa-se que a mesma vai poder ser adquirida pelos sócios e simpatizantes, através da ADEP- Castelo de Paiva e também nalgumas livrarias do País.
Podem inscrever-se via email adeppaiva@gmail.com
Aproveite e faça-se sócio da ADEP. Visite o Museu Primeiras Artes.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Construiu-se o rabelo...


“…atravessa-se o Douro numa barca velha, estrambólica, bela. O desembarque é num largo sombreado de árvores de grande porte (Choupal, Pedorido), domínios de Castelo de Paiva (…) Nestes termos o DN iniciava a reportagem (na página anexa) da construção do barco rabelo da ADEP, em 1986, talvez a maior e mais participada iniciativa que realizou até hoje. Efetivamente a construção foi o começo e a âncora a que se ligaram muitas outras, de que se vai ouvir falar, ultrapassando mesmo as fronteiras. O turismo (A região de Turismo prevê um itinerário de âmbito regional) e a navegabilidade do Douro, (vai obrigar a abrir as comportas das barragens) O Douro, o vinho e os passeios com turistas, comunicação social, escolas e a viagem de descida do Douro com o Presidente da República; as regatas em Vila Nova  de Gaia (onde saiu vencedor), os contratos de publicidade e a escola de marinhagem com antigos marinheiros; A memória de muitas vidas, marinheiros, construtores, comerciantes, e a inspiração para muitas conversas, reportagens, palestras, etc.. .A burocracia e a queixa (dirigida e ganha) ao Provedor de Justiça, a falta de apoios (a condicionar uma manutenção que garantisse maior  longevidade)…
Hoje o rabelo “Douro Paiva” repousa numa instalação criada para o efeito na Frutuária, Parque das Tílias – sede da ADEP, a aguardar (perante a ADRIMAG e Câmara Municipal) a sua vez numa candidatura para restauro e manutenção como peça de museu.

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Elementos para a História de Castelo de Paiva

Vencidas várias dificuldades, conseguiu a ADEP em 1991 reeditar a única monografia histórica do concelho "Elementos para a História de Castelo de Paiva" de Margarida Rosa Moreira de Pinho. Na nota prévia a ADEP refere que a iniciativa da reedição além de necessária e muito útil - a única edição, era de 1947 e há muito estava esgotada - é também um gesto de homenagem  à autora que graciosamente deu à cultura um importante contributo por todos reconhecido e admirado.

A obra está à venda no Recanto dos sabores e na sede da ADEP

Fez-se!


A primeira obra de protecção ao Marmoiral, da iniciativa da ADEP, teve lugar em 1992, e foi generosamente patrocinada por José Maria Pinto Monteiro. O Marmoiral - já classificado de Monumento Nacional - estava desde sempre num espaço oculto, sombrio e sujo. O espaço envolvente era propriedade privada e para o efeito foi pedida autorização que ganhou uma nova aparência.
Fez-se obra, ganhou-se o monumento e o carinho da população!


terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Nosso associado - nosso ADEPto !


Nunca é demais sublinhar a nossa permanente abertura a novas adesões que se materializem em ideias e projectos, trabalho e/ou apoio às nossas causas.

Na página anexa próximas iniciativas, na sede na ADEP ou no Pavilhão "Recanto de Sabores"  vai encontrar a proposta para inscrição de sócio e transferência bancária.
Se já é “um dos nossos” ainda assim pode contribuir:
- Actualize a sua quota;
- Proponha um novo associado;
- Disponibilize-se com trabalho voluntário;
- Envie-nos o seu email, para que o possamos convidar para as iniciativas…
SEJA ADEPto !

O nosso contacto é adeppaiva@gmail.com ou pelo telefone 255 689 486.