domingo, 6 de maio de 2012

OS FÓSSEIS DO PEJÃO E O GEOPARQUE

Uma verdadeira aula de história natural e de história pessoal e social foi o que os participantes na saída de campo "fósseis Pejão", ouviram do cicerone e antigo mineiro António Patrão, enquanto este mostrou as instalações e deu pistas para enconrtrar fósseis, nas Minas do Pejão, em Germunde. O papel da Minas enquanto empresa ativa e o potencial que a sua localização, memória e a geologia podem conceder hoje numa nova dinâmica de desenvolvimento, foram objecto de permanente debate. É necessário promover o entrosamento das várias entidades com responsabilidades políticas e culturais, para que se interessem e promovam o investimento que acorde a região do marasmo tornando mais visível o seu espólio material e imaterial. A oportunidade e "por as mãos na massa" e de descobrir alguns fósseis foi ainda a parte mais emocionante da iniciativa que cativou os mais velhos e os mais novos.
No propósito dos organizadores ficou a promessa de próximos encontros. A ADEP agradece aos co-organizadores e participantes Luís Monteiro (Sos Rio Paiva), Prof.ª Raquel da Escola Secundária e sua Turma de 11.º ano de geologia e Dr.ª Daniela Rocha - AGA - Associação Geoparque de Arouca, bem como a António Patrão.

Sem comentários: