sexta-feira, 8 de junho de 2012

A viagem semanal de barco entre o Castelo e o Porto, manteve-se ao Domingo...


Para se ter uma ideia  da faina comercial do cais do Castelo nos idos anos trinta e das suas implicações sociais e morais, ver página anexa em adep-paiva.blogspot.com

 “O Pároco da freguesia de Fornos, Padre José Soares Correia de Noronha, no ano de 1933, apesar do seu esforço, não conseguiu mudar as viagens dos barcos rabelos de domingo para segunda feira, proporcionando assim o descanso semanal aos 38 arrais e negociantes e aos 120 homens que trabalhavam sob as suas ordens. A Lei em vigor, que determinava o descanso semanal ao domingo, abrangia também o comércio pelo que sem favor deveria resolver a situação, o que só traria segundo o referido Padre vantagens sociais e morais. O certo é que a burocracia da época não o permitiu!..."

Sem comentários: