quarta-feira, 29 de agosto de 2012

"Ilha dos Amores”

                                            Ilha dos Amores. F. Jornal "A Verdade"
Este poema foi entregue aos nossos cuidados, ainda que inicialmente tenha sido oferecido e enviado para a Junta de Freguesia de Fornos, de quem o autor não obteve resposta. Não temos notícia da sua divulgação. Propriedade à parte, merece o mesmo, por si,  ser divulgado e depois, estando nós em pleno Verão e sendo a "Ilha dos Amores” local aprazível de visita obrigatória, principalmente para passeantes e turistas, entendemos que não devemos adiar por mais tempo a sua publicação!



O nosso sincero e renovado agradecimento ao autor ADN  º_º que fez questão de anexar o seguinte texto:

“ Ilha dos Amores” de forma simples e poética tentei enaltecer e perpetuar a lenda histórica da ilha, pela qual o povo designa de “ Ilha dos Amores “. Não é mais de que um retrato idílico de toda a beleza do local, referenciando o Castelo lugar e o castelo atalaia (posto de vigia) já desaparecida, focando o Douro Paiva rios e Douro Paiva barco rabelo. Menciono o alvo manto, que são os nevoeiros constantes que pela manhã cobrem o leito dos dois rios e que dão um espetáculo lindíssimo para quem vê dos sítios mais altos.
Ao mesmo tempo dei ênfase e poder mítico ao encontro duas bacias, mas fica ao critério de cada leitor tirar as suas ilações e interpretações.
Todos os meus conhecimentos e ensinamentos provêm do povo, seguindo esse raciocínio a poesia que fiz não me pertence, nestes termos, encarnando o espírito da Alma, devolvo através da ADEP ao povo o que é do povo.”

Sem comentários: