sábado, 15 de fevereiro de 2014

Temos dito...


património, ambiente e qualidade de vida

I - No Vale do Rio Paiva (classificado pela CE como SIC sítio de importância comunitária da Rede Natura 2000), devia haver uma intervenção alargada e coordenada de municípios, empresas e instituições da cultura e desporto (recorrendo a apoios comunitários) nas áreas de planeamento e organização dos espaços, definição dos desportos e acções a promover, na protecção e divulgação dos valores culturais e ambientais em presença.
II – Lamentamos o estado em que se encontram objectivamente as nossas águas residuais e a falta de informação relativamente aos estudos e projectos anunciados.

III - Lamentamos o estado de abandono em que se encontra a generalidade do nosso património histórico, classificado ou não e a falta de ambição na tomada de medidas de protecção no âmbito do que a Lei já permite. Referimo-nos ao DL 555/99 de 16 de Dezembro, alterado pela Lei 177/2001 de 4 de Junho e Lei 60/2007 de 4 de Setembro. Repugna ao comum dos cidadãos ver o estado de degradação e abandono dos nossos valores,
Casa da Boavista, das Pias do Mouros, Portal da Serrada, Casa de Vegide e Gondim, com situações de autêntico abandono e saque nestes dois últimos casos.A legislação sobre ordenamento do território e urbanismo é já hoje um bom aliado.

IV - Lamentamos que os municípios e a administração  central, ainda não tenham apresentado resultados da inventariação ordenada pelo Parlamento aos locais onde exista
amianto. No nosso concelho são evidentes situações a necessitar de cuidados,  as Minas de Terramonte, barraco junto ao Mini Preço, e ex-Paivopan, mas todos sabemos que ele existe nos telhados de algumas escolas e outros edifícios.

 V - Lamentamos que passados tantos anos a Barragem de Crestuma - Lever ainda não tenha adoptado um sistema funcional para a travessia de peixes migradores, como a lampreia e o sável.

in "PLANO DE ACTIVIDADES  2012
Impõe-se levar por diante as seguintes iniciativas e projectos:
(Propomos a realização de diversas iniciativas, sendo que algumas o serão já em continuação do que se vem fazendo em anos anteriores (palestras, caminhadas, visitas guiadas, tomadas de posição, denúncias públicas, etc.). No âmbito destes encontros pretendemos promover iniciativas que dêem visibilidade aos nossos valores culturais e alertem para os prejuízos e perigos de certas condutas ou omissões nomeadamente por parte dos poderes instalados. Procuraremos parcerias e apoios com outras instituições públicas e privadas.)"

Sem comentários: