sábado, 14 de janeiro de 2012

Mamoa de Carvalho Mau, também o lixo ...


Efetuada que foi finalmente a intervenção anunciada na Mamoa de Carvalho Mau, fruto de um acordo protocolado entre a ADEP, Câmara Municipal, Junta de Freguesia do Paraíso, proprietário do terreno e mecenas (ofertante do xisto: Louseira de Valério Figueiredo - Canelas, Arouca), o que ninguém imaginava é que demorasse tão pouco tempo a haver alguém tão indiferente ou petulante capaz de aí voltar a depositar lixo ! Já alguém dizia, a propósito deste tipo de atitudes que o nosso futuro é incerto, se bem que tenhamos sobrevivido aos Celtas e aos Bárbaros...Lamentável...
A intervenção consistiu na limpeza da área e na colocação de uma cinta de silhares de xisto e de um painel informativo, pelo que bem merece que passe a ser um motivo de visita e conhecimento para a comunidade já que se trata de um monumento do 2.ºa 3.º milénio antes de Cristo e é representativo da riqueza megalítica do concelho tendo sido objecto de uma escavação em 1989 pelo Dr. Eduardo Jorge Lopes da Silva.
Este projeto deve servir de âncora à valorização de outros espaços e monumentos, num roteiro a desenhar com os melhores monumentos e sítios do concelho e região, com vista à preservação e divulgação dos nossos valores da memória e da cultura.
Depois do arranjo do Marmoiral em 1992, que contou com o apoio do mecenas José Maria Pinto Monteiro, esta é a segunda intervenção do género, da iniciativa da ADEP, que vai agora ser continuada com igual intervenção nas Pias dos Mouros, assim haja a necessária autorização do IPPAR.

Sem comentários: