domingo, 30 de dezembro de 2018

Fogo nas Minas do Pejão: Por entre o "Verde arbóreo", o "escuro fumo do progresso" !!! — avista-se do Monte da Virgem - Gaia. Se não resolvemos o problema, peça-se ajuda internacional…





Há momentos em que é necessário com urgência separar o essencial do acessório e agir com determinação e eficácia. A escolha da forma e do método serão nessas situações de crise um mero exercício de clarividência racional.
Se no sítio das escombreiras das antigas Minas do Pejão o carvão continua a arder, passado que foi mais de um ano da sua ignição; se continua a fazer fumo e cheiro perigosos para a saúde pública, e o que se passa no subsolo ninguém sabe explicar, será então já tempo de se encontrar uma solução para acabar com o problema.
Os activos materiais e espirituais que a centenária epopeia carbonífera das Minas do Pejão, legou à região e ao País, haverão de ser suficientemente creditórias para que se peça ajuda internacional para extinguir o incêndio e tratar dos resíduos que possam ainda representar perigosidade para a população.
A evolução e melhoria da actual situação está refém de uma atitude corajosa que se espera seja encontrada por quem é suposto ter a experiência e a responsabilidade de assumir esse gesto, em nome de quem somos!
















escreveu Martinho Rocha
fotos de Mário Oliveira

Sem comentários: